O precoceito em meio às técnicas de reprodução assistida

Olá Pessoal!

Mil desculpas pelo meu “sumiço” no blog, estava com mil coisas ao mesmo tempo e ficou difícil arrumar um tempinho para postar algo novo. Porém, estou de volta e espero que agora mais perto de todos vocês.

Neste post, publiquei uma matéria que concedi novamente à Revista Malu, sobre um tema bastante recorrente no consultório: o preconceito existente em meio às técnicas de reprodução assistida. Na verdade, vejo que o preconceito com relação à procura por tratamentos para infertilidade não está somente atrelado à falta de conhecimento e dificuldade em se lidar com o novo; há também uma certa dificuldade em assumir para si esse problema e que talvez o filho não venha pelos caminhos tradicionais.

Penso que independente do caminho, o importante é que possamos atingir nossos desejos, assim, muitas vezes ampliar as possibilidades de trajetos para chegar aonde queremos pode aumentar bastante as chances de chegarmos ao nosso tão esperado destino.

Espero que gostem do texto! (Para ampliá-lo é só clicar em cima do artigo).

Luciana Leis

E você, o que pensa sobre este assunto?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s