Casal de homens gays pernambucano registra bebê concebido através de fertilização “in vitro”

Enquanto alguns discutem a opção sexual alheia, julgam e arquitetam estratégias para interferir nas escolhas “ousadas” dos outros, certas pessoas, não tão distantes, estão mais preocupadas em viver e ser feliz. No dia 29/02/12, o casal de pernambucanos Mailton e Wilson Alves Albuquerque deu uma lição de vida ao Brasil ao oficializar o começo de uma “família do futuro”: o registro, na Justiça, do primeiro filho de homossexuais através da fertilização in vitro.

Há quinze anos, quando os dois homens se conheceram e se apaixonaram, com certeza, não imaginavam que realizariam um sonho e, com ele, entrariam para a história do país. O nome desse sonho é Maria Tereza – uma homenagem ao nome das avós da criança – e os responsáveis pela possibilidade de realizá-lo, o Conselho Federal de Medicina (CFM), que mudou a resolução sobre reprodução assistida no País de 1992, permitindo que “todas as pessoas capazes” pudessem usufruir do avanço tecnológico.

A primeira “grande” ida do casal à Justiça foi em 24 de agosto do ano passado, quando saíram oficialmente casados, reconhecidos pelo Estado de Pernambuco. O próximo passo no romance foi, depois da divulgação das mudanças da CFM, decidir quem seria a “barriga de aluguel”. Opções não faltaram para o casal rodeado de apoio dos familiares e a escolhida foi uma prima de um deles para emprestar o útero para a gestação.

Apesar de ambos os homens terem cedido espermatozoides para a clínica de reprodução humana, o material usado na fecundação foi o de Mailton, o de Wilson foi congelado. A esperança é que, já no próximo ano, Maria Thereza possa ganhar um irmão ou uma irmã em uma casa cheia de atenção, amor e disposição.

Fonte:rio.brasil247

Anúncios

2 respostas em “Casal de homens gays pernambucano registra bebê concebido através de fertilização “in vitro”

  1. isso eu não concordo pois deus disse e está escrito na biblia que o homem deixara a sua casa ,pai e mae ,e se ajuntara a sua companheira e se tornara uma so carne para crescer e mutiplicar, agora pergunto como um gey concegue multiplicar

  2. Um gay se multiplica assim, tal e qual a reportagem nos diz. De fato é complexo uma família fora dos padrões “normais” (aquele que conhecemos há séculos).
    Mas, vamos ver o futuro e o futuro é diferente. Nada será como antes, estamos em evolução com temas que geram polêmica e assim será, gostem ou não.
    Sinceramente, não sei como reagiria se esta situação ocorresse na minha família mas penso que tudo é uma questão de despirmos do preconceito.

    Gostaria de deixar meu blog para visitação: http://nomeiodocaminhotinhaumapedra.blogspot.com/

    Obrigada!

E você, o que pensa sobre este assunto?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s