CAUSAS HORMONAIS DA INFERTILIDADE NA MULHER

Existem muitas causas da dificuldade de gravidez, entre elas, está a disfunção hormonal. Tendo em vista várias dúvidas que recebo das pacientes  a respeito desse tema, abaixo, coloco para vcs um artigo do endocrinologista Dr. Rafael Pergher. Espero que ajude no esclarecimento deste assunto!

Luciana Leis

CAUSAS HORMONAIS DA INFERTILIDADE NA MULHER

Para que ocorra a gravidez é necessário o encontro do óvulo com o espermatozóide. Assim, problemas relacionados ao processo de ovulação estão entre as causas da infertilidade feminina. Considerando que o ciclo menstrual é regido por uma série de hormônios, qualquer alteração neste complexo sistema pode fazer com que a mulher não apresente a menstruação (amenorréia), ou que não ovule mesmo com um ciclo menstrual normal (anovulação).

Neste artigo comentarei as principais causas hormonais associadas à infertilidade feminina.

Síndrome dos ovários policísticos. Mulheres com esta síndrome, geralmente, apresentam anovulação decorrente de alterações no ciclo menstrual, que podem se caracterizar como amenorréia, ciclos mais curtos ou duração longa do período menstrual. Os ovários contem múltiplos cistos identificados através do exame de ultrassom, daí o nome “ovários policísticos”. Além disso, estas mulheres podem apresentar acne e excesso de pêlos, que são alterações decorrentes do excesso do hormônio testosterona. Outro hormônio envolvido na síndrome é a insulina, seu aumento é visto, principalmente, naquelas mulheres que estão acima do peso e, além de contribuir para as alterações do fluxo menstrual, aumenta o risco de diabetes. O controle do peso é fundamental e pode resgatar a fertilidade em alguns casos.

Hiperprolactinemia. A prolactina é um homônio produzido por uma glândula localizada no centro do nosso crânio que chama hipófise. A principal função da prolactina é estimular as glândulas mamárias a produzirem leite durante o período da amamentação. A hiperprolactinemia é uma doença geralmente causada por um tumor benigno na hipófise que aumenta a produção da prolactina. Os sintomas são: alteração menstrual, secreção de leite pelas mamas, dor de cabeça e redução do desejo sexual. O diagnóstico pode ser efeito através da dosagem da prolactina em exame de sangue e o tratamento, na maioria das vezes, é realizado com medicações tendo bons resultados.

Hipotireoidismo. A queda dos hormônios produzidos pela glândula tireoide (T3 e T4) pode levar a alterações menstruais e anovulação. Assim, quando há infertilidade, deve ser feita a dosagem destes hormônios na mulher. Outros sintomas do hipotireoidismo são: inchaço, sonolência, fadiga, queda de cabelo e alteração do humor. O tratamento é feito com a reposição do hormônio T4 através de comprimidos.

Portanto é fundamental que seja feita uma investigação hormonal na mulher que está tendo problemas em engravidar. Através do diagnóstico é possível realizar o tratamento adequado auxiliando na fertilidade da paciente.

Dr Rafael Pergher- endocrinologista.

Contato: rafael.pergher@abathon.com.br/ blog:drrafaelpergher.blogspot.com

 

E você, o que pensa sobre este assunto?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s