Quando buscar por tratamentos para dificuldade de gravidez?

fivA grande maioria das pessoas que começam a tentar engravidar, imaginam que em pouco tempo o bebê virá, porém, conforme os meses vão passando e a gravidez não acontece, o nível de angústia e incerteza quanto a esse assunto tende a aumentar e os casais começam a se questionar sobre o que pode estar acontecendo.

Alguns casais, com poucos meses de tentativa, acreditam que estão enfrentando dificuldades para engravidar, já outros, mesmo após anos de espera, resistem em buscar ajuda médica na esperança do bebê vir espontaneamente. Mas, afinal, quando devemos buscar ajuda médica?

A infertilidade, para a medicina, se configura como a dificuldade em se conquistar a gravidez após 12 meses de tentativas com atividade sexual frequente e sem uso de métodos contraceptivos. Para mulheres perto dos 40 anos, a ajuda médica pode ser buscada um pouco antes, visando antecipar possíveis diagnósticos de infertilidade e, também, potencializar a ocorrência da gravidez, a qual, perto desta idade, tende a ficar mais difícil.

Quando o casal assume que é hora de buscar ajuda, o próximo passo é buscar um profissional que possa auxiliá-los na conquista da gravidez. Uma dica, é procurar um ginecologista que seja especialista em reprodução humana e não um ginecologista geral.

Entendo que grande parte das mulheres estabelece uma relação de confiança com seu ginecologista e, nesta hora, acabam buscando-o como ajuda, porém, o profissional mais gabaritado para atendê-la neste momento é um especialista, já que a medicina reprodutiva evolui a cada dia e os detalhes e tratamentos adequados vão fazer toda a diferença na conquista deste sonho, sem contar que também poderão poupá-los de sofrimentos desnecessários.

Uma insegurança que sempre percebo nos casais que atendo é: “como saber que estou com um médico confiável?”. Compreendo perfeitamente esse sentimento, pois, infelizmente, nem todos profissionais são éticos e, como um filho não tem preço, alguns profissionais acabam se aproveitando da fragilidade emocional dos casais que atendem e, nem sempre, oferecem seus serviços com a ética e qualidade necessárias.

Recomendo que, antes de iniciarem o tratamento, busquem informações com pessoas que já realizaram tratamento com aquele médico e, se não conhecerem ninguém que passou por essa dificuldade, investiguem essa informação em sites na internet com pessoas que já passaram ou estão passando por essa dificuldade.

Além disso, o laboratório também conta muito para o resultado de gravidez, portanto, questionem as taxas de gravidez do mesmo antes de iniciarem o tratamento e busquem se certificar se este está ok com relação às normas de vigilância sanitária.

Após escolhido o médico, perceba se vc consegue estabelecer uma relação de confiança com o mesmo, pois isso será fundamental para ajudá-los a enfrentar essa jornada da melhor forma possível.

Estabelecida a relação médico-paciente, procure seguir todas as orientações e confie no seu médico para auxiliá-los na busca do tão almejado filho. Boa sorte!!!

Luciana Leis

E você, o que pensa sobre este assunto?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s