Como lidar com a notícia de gravidez dos outros quando se está com dificuldades para engravidar

casal gravidoO post de hoje é sobre um tema que costuma causar certa chateação em quem vem enfrentando dificuldades para engravidar e, justamente por isso, é que decidi escrever sobre esse assunto.

É fato, a notícia de gravidez dos outros quando se está enfrentando dificuldades para engravidar não costuma ser algo muito aprazível. Para dizer a verdade, na prática clínica, percebo que essa notícia tende a gerar certo desconforto e até raiva em quem está tentando um filho, afinal, é inevitável não vir o questionamento: “Como ela conseguiu e eu não!”.

A chegada de uma nova vida- que na maioria das vezes é comemorada pelos que recebem o anúncio da gravidez- para a pessoa que está vivenciando a infertilidade, costuma provocar sentimentos ambivalentes, ao mesmo tempo certa alegria pelo outro estar feliz, mas, também, sentimentos de frustração e inveja, pelo desejo de estar no lugar do outro e não estar conseguindo atingir o objetivo almejado.

Muitas mulheres dizem que ficam culpadas por estarem experimentando esse tipo de sentimento, questionam-se, inclusive, se não é por isso que Deus não lhes manda um filho. Percebo um conflito grande, já que, em nossa sociedade cristã, não são bem aceitos sentimentos negativos como: raiva e inveja e, se você os sentir, poderá ser punida.

Acontece que, na qualidade de seres humanos, não sentimos só sentimentos “bonitinhos” como: amor, fraternidade etc, quando não estamos bem, podemos nos deparar com sentimentos como raiva e inveja e isso não quer dizer que somos pessoas más.

Na verdade, esses sentimentos precisam ser trabalhados, para que o motivo da causa da frustração seja melhor digerido e incomode menos a pessoa que os vivencia. Desta maneira, é comum, sim, não ficar à vontade com notícias de gravidez, convites para festas infantis, fotos de amigos felizes com seus rebentos postadas nas redes sociais etc,quando se está com dificuldades para engravidar.

Dentro do possível, evitar se comparar com os outros pode ajudar a amenizar esses sentimentos negativos, cada um tem uma história a ser vivida e, de nada vai adiantar se perguntar, por exemplo, porquê você ainda não tem filhos e a mulher que não têm ao menos onde morar tem um monte. Centralize na sua história pessoal.

Cada pessoa tem uma história particular e ninguém está livre de problemas. Muitos que engravidam facilmente, podem apresentar disfunções em outros setores da vida.

Assim, se o seu problema atual é a infertilidade, buscar meios para potencializar que o filho chegue até você, quer através de tratamentos ou adoção, é o que está ao seu alcance para fazer. Como tudo na vida, as dificuldades que se apresentam precisam de energia e perseverança para serem resolvidas.

Luciana Leis

 

 

5 respostas em “Como lidar com a notícia de gravidez dos outros quando se está com dificuldades para engravidar

  1. Olá ! Quero compartilhar um ouco sobre o que passei e ainda passo.
    Em 2004 logo após perder minha mãe,recebi a notícia da gravidez,foi um mix de emoções !!!
    Infelizmente,em seguida tive pré-eclampsia e minha filha nasceu as 25 semanas de gestação e veio a óbito,engravidei 4 anos depois e sofri um aborto de 11 semanas.
    Chorei inúmeras vezes e sempre há um motivo pra se lembrar das perdas e penso que é natural é humano,explicidamente choro por saudades e não discuto os designios de Deus.
    Não me sinto a vontade em festas infantis,na vdd me sinto uma penetra pela razão de não estar com meus filhos,é fato,
    O que me chateia é qdo negam a mim o sabor das boas novas da vinda de uma criança pq no fundo sei que me negam pq me consideram uma coitada por não ter engravidado mais,não ter meus filhos em meus braços e isso infelizmente já ouvi como justificativa dos segredinhos.
    Não me sinto derrotada pq não tenho meus filhos comigo,é claro que os amo,porém sei o qto Deus sabe de todas as coisas,pois considero que sería bem pior viver a angústia de nunca ter engravidado,sei que sou capaz de engravidar novamente,fiz todos os exames possíveis e impossíveis que se possa imaginar.
    Algumas pessoas me ignoram , duvidam de minha fertilidade.
    O que posso fazer para lidar com esta situação ???

    • Olá, hoje estou a sofrer por ter feito uma FIV(Fecundação in vitro) e após fazer o beta o resultado deu negativo. Nunca culpei Deus por não estar a conseguir engravidar, mas não nego que muitas vezes já questionei, porquê eu????? Não vou desistir do meu sonho de ser mãe, se não conseguir ser mãe de sangue serei mãe de coração.

  2. A infertilidade é uma doença, que não tem apoio do governo, na minha opinião o nosso governo acha que ter um filho é um capriche.
    Estou a tentar engravidar há 6 anos e não tem sido fácil me levantar depois de cada teste de gravidez dar negativo. Não fico triste quando ouço alguém diz” estou gravida” fico feliz por alguém conseguir aquilo que eu não estou a conseguir. Mas é normal sentir um misto de emoções, tb eu quero um dia dizer ( ESTOU GRAVIDA) ou (EU SOU MÃE)

  3. Olá, procurei algo para me consolar porque estou passando por algo similar. Sofri um aborto com 8 semanas na minha primeira gestação, fiquei muito traumatizada com tudo que passei entre descobrir a perda do bebe até a curetagem, então resolvi esperar uns anos para voltar a tentar. Resolvemos voltar as tentativas esse ano, desde dezembro estamos tentando, fui ao médico especialista em fertilidade e descobri que não temos problemas para engravidar, mas tenho saaf, o que dificulta segurar a gestação. Nesse meio tempo várias pessoas próximas engravidaram, pessoas da família e uma colega de trabalho também, inclusive a minha irmã, que me deu um afilhado lindo que eu amo muito. Apesar de ter me sentido feliz por todas essas mulheres, não consegui fugir desse sentimento de inveja que você descreveu no texto, esse sentimento de “por que eu não?”, até porque muitas dessas pessoas não tem a estabilidade emocional e financeira no relacionamento como eu e meu marido temos, a gravidez da minha irmã mesmo foi indesejada. Fiz exatamente o que você mencionou, me culpei por sentir isso, me senti uma pessoa ruim, conclui que Deus não me permitiu ser mãe até agora por eu ter sentido essas coisas. Não desejei mal a ninguém e nunca irei desejar, mas não pude conter o sentimento de tristeza por estar vendo essas pessoas realizar um sonho que eu tenho a tanto tempo. Ainda estou aprendendo a lidar com isso, a cada notícia de gravidez bate aquela frustração por ainda não ter acontecido comigo, mas penso que tudo tem seu tempo, procuro não comparar a minha vida com a dos outros, como você sugeriu, e tento seguir em frente. Ignorar o sentimento acho que só pioraria as coisas. Obrigada pelas palavras, elas ajudam a gente a entender melhor e a não nos sentirmos sozinhas nesse barco.

E você, o que pensa sobre este assunto?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s